Tai Trang

Tai Trang Survivor Game Changers
Tai Trang

Idade: 52
Cidade natal: San Francisco, CA

Temporada anterior de Survivor: Temporda 32: Survivor Kaôh Rōng

Como você mudou desde a última vez que jogou?
Depois de ter jogado Survivor Kaôh Rōng e ter assistido a temporada, eu estou mais consciente de como complexo o Survivor é. Eu vejo minhas armadilhas e como posso melhorar no jogo. É um equilíbrio delicado de ser fiel a si mesmo e desenvolver a confiança e as amizades, enquanto ao mesmo tempo saber quem eu acho que eu posso bater no final.

Espero não ter ficado cansado ou menos confiante agora. Cada jogo é único com sua própria dinâmica e eu só preciso estar aberto e ver onde ele me leva. Eu preciso do conhecimento da minha temporada passada, mas não da bagagem.

Sobriviver no Survivor é tão grande e ganhar o prémio é o meu objetivo final.

Que habilidades você traz para o Survivor que o tornará um membro útil do grupo e quais habilidades você tem aprendido desde a última vez que jogou?
Eu provei que eu trabalho duro e sou útil em torno do acampamento. Eu posso começar um fogo e mantê-lo.

Sou leal, um cara legal, e me dou bem com todos. Eu sou bastante positivo e posso manter a coisa leve e trazer harmonia ao acampamento. Sou pequeno, mas forte e seria bom em desafios de equipe.

Desde a última vez que eu joguei, eu tenho tomado ioga para concentrar a minha mente e fortalecer-me. Estou também a tentar melhorar a minha péssima coordenação de mão e olho por jogar em uma bola Bocce liga.

De que você está mais orgulhoso da última vez?
Ter enganado o Scot e Jason, e ter enviado Scot para casa. Tenho orgulho de ter fugido de sua aliança para ter uma voz e jogar meu próprio jogo. Decidir sobre o meu próprio destino resultou em chegar a final de 3 no Survivor.

E, sim, estou tão feliz por ter salvo o Mark, o frango. Eu trabalhei muito duro para fornecer alimentos para que outros não precisasem de comê-lo.

Também estou orgulhoso de trazer a consciência de como os seres humanos precisam cuidar do nosso ambiente e ter compaixão por outros seres vivos.

O que, se alguma coisa, você mais se arrepende?
Lamento não administrar o Júri melhor e não ser capaz de articular, possuir e defender tudo o que realizei durante o jogo. Lamento gastar tanto tempo e energia proporcionando melhoracoes no acampamento que me acabou por tirar do jogo Survivor.

No final, eu estava completamente esgotado, o que afetou como eu me comportei e falei no ultimo concelho da tribo.

Como você vai jogar diferente desta vez?
Estou muito mais confiante sobre o jogo agora. Eu sei que tenho muito a oferecer e posso me dar bem com todos; Agora é hora de criar relacionamentos fortes. É bom ter amigos tanto na aliança quanto no Júri. Serei muito mais atento e consciente da minha posição dentro do resto da tribo.

Eu preciso ser mais flexível e fluir mais neste jogo de estratégia em constante mudança, concentrando-se na imagem maior de ganhar o jogo ao invés de amizades pessoais. Acima de tudo, eu gostaria de ser eu mesmo, correr riscos e me divertir com todas essas grandes lendas do Survivor.

Video entrevista com Tai Trang:

Voltar para Survivor Game Changers